12.2.10

Flagrante de jornalismo iletrado



Pequena amostra da grande consideração e elevado apreço que a RBS tem com os seus consumidores-leitores.

"Café para louco não precisa açúcar" - pensa o editor da coisa.



Fonte: Diário Gauche

Um comentário:

otário disse...

E como diria Antonio Biá, do filme Narradores de Javé, eles não diferenciam habeas corpus de corpus cristi.