17.8.08

Barbeiragem com a língua



Fonte: Diário Gauche

Suspensão (no sentido de adiar) com Ç pode ser Çuspensão ou Suspenção. A redatora optou pela segunda alternativa. Achou mais bem posto, esteticamente, talvez.

A letra C com o cedilha (pequena vírgula sotoposto) indica que a mesma não tem som de K, mas de S, por ser uma fricativa surda dental plana (calma, está tudo no amansa-burro do Houaiss).

A autora da barbeiragem é a jornalista Taline Oppitz, atualmente empregada celetista do Correio do Povo.

De indivíduos que não tiveram chance de estudar, jamais se irá exigir o cumprimento estrito da regra lingüística, mas em se tratando de uma profissional com funções destacadas em um jornal tradicional e que deve observar responsabilidades com a língua padrão, aí a coisa fica muito ruim mesmo. Evidencia o desrespeito do jornal para com o leitor, e nos dá a certeza do decadentismo acelerado que assola a mídia identificada com a direita brasileira.

A jornalista Taline – e os seus patrões da Igreja Universal – devem saber que o diabo mora no detalhe.

Um comentário:

Rodrigo disse...

Quando tiveres 80 anos vais ser um velho muito carrancudo!